A FIBROMIALGIA E O USO DOS ÓLEOS ESSENCIAIS

A FIBROMIALGIA E O USO DOS ÓLEOS ESSENCIAIS


artigo falando sobre o tema fibromialgia e que óleos essenciais são mais indicados.

A FIBROMIALGIA SUA COMPLEXIDADE E O USO DOS ÓLEOS ESSENCIAIS

Prof.ª ROSANGELA VECCHI BITTAR

Fibromialgia é uma doença que se caracteriza por dores no corpo, fadiga e alterações no sono. Atinge, sobretudo mulheres, mas pode ocorrer também em homens. Não se sabe a causa, mas se acredita que seu cérebro, pela diminuição da serotonina, perde a capacidade de regular a dor e os impulsos são interpretados erroneamente. Calcula-se que atinja 3% das mulheres e 0,5% dos homens adultos. Fibromialgia é uma síndrome dolorosa crônica sem inflamação de difícil diagnóstico. (BITTAR, R.V)

Muitas vezes a pessoa que desenvolve a fibromialgia vai ao consultório médico retratando os episódios de dor que sente no seu dia a dia, e não são devidamente levadas a sério, já que o diagnóstico desta doença como já falamos é apenas clínico.

Na minha pesquisa e livro sobre a terapia floral e cursos que ministro com esse tema, sempre recomendo associar o uso dos óleos essenciais.

Em terapia floral atuamos na causa da enfermidade conforme preconizado pelo médico criador da Terapia Floral Dr. Edward Bach.

Mas em geral e no mundo atual se deseja imediatismo, e imediatismo não é cura é minimizar os efeitos no corpo físico da doença.A arte dos aromas podem auxiliar minimizando alguns sintomas da fi bromialgia, recomendo associar a terapia floral para tratar as causas dentro que é preconizado pelas práticas complementares a saúde dentro do pri cipio da integralidade do ser.

Na fibromialgia a pessoa convive com um “caldeirão de emoções” o quadro da dor se alimenta da carência afetiva, da tristeza, do ressentimento, da mágoa, do desamor, dos conflitos internos, vem a raiva, a resistência a dor, que promove mais dor. Os pensamentos ruminantes que povoam as noites mal dormidas, a cabeça pesada, a sensação de desamparo, o cansaço, o esgotamento!

Como melhorar? Como obter qualidade de vida neste quadro angustiante.

Com uso do conhecimento milenar da aromaterapia existe indicações assertivas, e não há até o momento qualquer protocolo existente sobre o tratamento, o que valho para recomendar são a prática clínica.

Exemplos de óleos essenciais mais usáveis em situações que aborda a enfermidade fibromialgia:

Óleos essenciais recomendados para a principal queixa dor: manjerona, wintergreen, bétula branca ou lenta.

Para o sono: lavanda, neróli, manjerona, camomila.

Problemas de sono com pesadelos: mirra, olíbano, lavanda, manjerona.

Angústia, tristeza: melissa, rosa, litsea cubeba.

Depressão: litsea cubeba, rosa, olíbano, bergamota, jasmim, gerânio

Inchaço: juníparo, gerânio

Apneia do sono: eucalipto.

Cansaço, fadiga: menta, alecrim (evitar usar á noite, preferencialmente usar pela manhã) ou manjericão.

Irritação: lavanda, manjericão, neróli, camomila

Sabendo-se que é necessário avaliar caso a caso pois cada pessoa tem suas emoções, pensamentos, histórias de vida e interage no meio em que vive.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

DALKE, Rüdiger,  A Doença como Símbolo Pequena Enciclopédia de Psicossomática  São Paulo, Editora Cultrix , 1996.

GOLDENBERG, Evelin O Coração Sente, O Corpo Dói – São Paulo – Editora Atheneu, 2006

BITTAR, Rosangela V., As Essências Florais na Fibromialgia, 2017.