AROMATERAPIA PARA A VIDA

AROMATERAPIA PARA A VIDA


Uso da Aromaterapia tem critérios indicação e contra indicação. Cada doença tem sua indicação e cada pessoa precisa ser avaliada para que seja contemplado sua individualidade e situações específicas.

Associo a aromaterapia a outras práticas complementares a saúde.

A  Aromaterapia é uma prática complementar a saúde que possui indicação e contra indicação pois, os óleos essenciais tem uma química, moléculas químicas referente a composição da planta, flor, fruto, semente, resina, raiz do qual é extraído.

A Aromaterapia pode ser associada ao tratamento médico, associar ao tratamento com Reiki, acupuntura, homeopatia, Terapia Floral de forma a potencializar os tratamentos aplicados. Associar nas massagens e é amplamente usado na medicina Ayurvédica. 

Não é porque vem da natureza é que se pode considerar seu uso indiscriminado.

A qualidade do óleo essencial é importante também as especificidades de cada pessoa também é super importante.

Atualmente está sendo muito divulgado. Vejo pessoas que não tem prática neste tema fazendo recomendações nem sempre adequadas.Como cada óleo tem sua química própria não é indicado para todos. Cada pessoa tem sua necessidade. Cada caso é um caso, existe  o uso genérico mas temos que averiguar se a pessoa tem alergia, sensibilidade a um determinado produto.

Também cada doença tem sua necessidade de acordo com suas características comportamentais principalmente no caso das demências e doenças mentais. Por exemplo nos distúrbios de comportamento que ocorram exacerbação sexual jamais usar ylang ylang, gerânio por exemplo. O indicado é o óleo essencial de manjerona.

O cuidado no que se refere o uso com bebês, crianças, gestantes. Avaliar a sensibilidade da pele, do odor, se há memóra olfativa negativa, se há alergia,  situações que precisam ser contempladas na indicação mais apropriada. 

O uso seguro dos óleos essenciais é na pele, corpo e através do olfato. A ingestão de óleos essenciais no Brasil não é recomendado conforme regulamentação da Anvisa.

Tenho dois livros que falam do tema:

Aromaterapia na Vida Diária Receitas para Viver Melhor recomendado pela Revista Mente e Cérebro há alguna anos. Este livro hoje disponível está disponível apenas na modalidade ebook neste site para aquisição no link e-books

http://www.equilibriofloralsaude.com/Publicacao.aspx?id=28846

o novo livro Fitoaromaterapia & Pedras e Cristais na sua saúde física, mental e espiritual,  este livro disponível de forma física no link livros físicos

http://www.equilibriofloralsaude.com/Publicacao.aspx?id=121350

Vejam o conteúdos dos livros nos links

Tenho ministrado cursos associando florais há muitos anos sobre a aromaterapia nas diversas situações como gestação, parto, pós, parto, bebes, ansiedade, depressão, estresse, ansiedade, memória, obesidade, fibromialgia, Alzheimer, etc. o que tem sido copiado por outros sempre fazendo a melhor indicação considerando cada caso.

Cuidado é preciso! 

Pessoas com pressão alta não podem usar qualquer óleo essencial, pois existem óleos que elevam a pressão arterial.

Pessoas com problema para dormir também não podem usar qualquer óleo essencial.

Pessoas com alergia, problema de exacerbação sexual ou baixo libido há a indicação correta.

Dependendo do tipo de dor de cabeça há uma melhor escolha de óleo essencial a ser usado.

Pessoas com diagnóstico de câncer também tem a indicação adequada.

É necessário avaliar o caso, fazendo a anamnese!

Então vamos conhecer ou buscar um profissional que realmente conheça a prática clínica da Aromaterapia pois hoje em dia já muitos que se dizem profissionais da Aromaterapia que são profissionais "de leitura" sem prática ou sem o estudo adequado.

Vamos nos informar gente com informações de qualidade, para efetivamente fazermos bom uso dessa prática milenar.

Namastê!